Solenidade de diplomação dos candidatos eleitos de Moita Bonita aconteceu ontem, 16.

*Matéria publicada originalmente dia 17 de dezembro de 2020



Na manhã da última quarta-feira, 16, foi realizada a diplomação dos candidatos eleitos do município de Moita Bonita. Uma solenidade que ocorreu de forma virtual, devido a pandemia, por isso os títulos que dão os candidatos como eleitos ainda serão retirados no cartório eleitoral de Ribeirópolis. Foram diplomados o prefeito Vagner Cunha (PSD), Jorge Sindô, (PSD) vice-prefeito, e os nove vereadores.

Em entrevista após a cerimônia, Doutor Vagner contou que de agora em diante é a hora de fazer uma gestão pública voltada totalmente para as pessoas. “O principal ponto da nossa gestão, e o ponto que temos que ter mais sobriedade pela confiança que foi depositada em nós, é a humanização nos atendimentos. É a humanização no tratar das pessoas em todas as secretarias. Nós temos que ter uma gestão voltada para aquilo que é o patrimônio da gente, que é o nosso povo. Nada é maior em Moita Bonita do que o nosso povo e o que vai gerir Moita Bonita é o seu povo.”

Foto: Reprodução/Instagram


Tratando-se de obras administrativas, o futuro prefeito diz que algumas de suas propostas de campanha já ganharão prioridade assim que assumir. São elas, segundo ele, a solução para o açude de Candeias, a construção de um posto de saúde no Povoado Serrinha, a construção de uma ponte que dá acesso ao Povoado Saquinho e também um posto de saúde. “Nós pretendemos descentralizar esses atendimentos para fazer com que o povo tenha acesso mais fácil e mais próximo para as famílias.”, destaca ele, sobre a importância dos postos de saúde.

Doutor Vagner é formado em medicina, profissão que exerce com dedicação. Em suas falas algo sempre muito presente é a humanização e é isso que todos podem esperar dele. “As pessoas confiaram e me elegeram prefeito, pela forma que eu sou, pela forma que eu conduzo a minha vida. Eu só tenho que me aprofundar e procurar fazer com que a necessidade desse povo possa ser vista por mim. E [que eu] possa tomar providências para diminuir o sofrimento e a dor desse povo. Eu vejo o ser médico como um aliado para que o gestor possa fazer com que esse povo seja bem mais atendido e mais cuidado. Possa ter os seus anseios verdadeiramente supridos pela gestão.”, finaliza o futuro gestor da cidade.

Confira a entrevista a baixo: