Ambas as eleições ocorreram na última segunda-feira, dia 1º de fevereiro, através de voto secreto.

Ocorreram na segunda-feira, dia 1º de fevereiro, as eleições para a escolha dos novos nomes que comandarão o Senado Federal e a Câmara dos Deputados no próximo biênio (2021-2022). Rodrigo Pacheco (DEM/MG) foi eleito para comandar o Senado e Arthur Lira (PP/AL), para a Câmara dos Deputados.

SENADO FEDERAL:

O senador Rodrigo Pacheco foi eleito presidente da Casa com 57 votos, derrotando Simone Tebet (MDB/MS), que obteve 21 votos. Ele será o presidente do Senado, e do Congresso Nacional, pelos próximos dois anos.

Vale lembrar que Pacheco foi escolhido por Davi Alcolumbre (DEM/AP) para ser o seu sucessor e o apoio do senador amapaense foi de suma importância para a vitória do mineiro.

Além disso, a proximidade de Davi Alcolumbre com o presidente Jair Bolsonaro, com lideranças governistas, como PP, PSD e Republicanos, e de oposição, como PT e PDT, assegurou um apoio abrangente a Rodrigo Pacheco.

Hoje, dia 02, o primeiro ato de Pacheco como presidente será comandar a eleição da Mesa Diretora da Casa, que é composta pelo presidente, dois vice-presidentes, quatro secretários e seus suplentes.

CÂMARA DOS DEPUTADOS:

Na Câmara quem saiu vencedor foi o deputado federal Arthur Lira (PP/AL), eleito em primeiro turno, com 302 votos.

Em segundo lugar ficou o deputado Baleia Rossi (MDB/SP), com 145 votos. Ao todo, 503 deputados participaram da votação.

Em seu primeiro ato como presidente, Arthur Lira anulou a votação dos demais cargos da mesa diretora. O parlamentar determinou a realização de uma nova eleição para a escolha de seus integrantes hoje, às 16h.

Tanto no Senado, como na Câmara, as eleições ocorreram através de voto secreto.