Na semana da mulher, o Portal Itnet vai homenagear cinco itabaianenses de poder, que lutam dia a dia pelo seu espaço e brilham no que fazem!

Por Taís Cristina, jornalista

Não há como pensar em uma grande mulher itabaianense e não lembrar de Antônia Amorosa!

Ela é um dos grandes talentos da terra da cebola e já levou o nome de Itabaiana a vários cantos do Brasil, inclusive a programas de rede nacional e até mesmo a outros países!

Amorosa é uma MULHER DE PODER, lutou muito para ter reconhecimento e será a nossa primeira homenageada, na semana da mulher!

AMOROSA, UMA ITABAIANENSE ARRETADA:

Ela é mulher, mãe, filha, irmã, itabaianense, sergipana, cantora, escritora, talentosa, poeta, cristã, batalhadora, dona de um sorriso lindo e apaixonada pelo que faz… E por Itabaiana!

Certa vez Amorosa, numa de suas canções, escreveu o seguinte: “Se a vida lhe der limão, faça uma limonada! Se você ganhou um peixe, faça uma moqueca”.

Essa letra fala sobre as oportunidades que temos à nossa frente e precisamos abraçar; e ela, além de abraçar, também fez as suas oportunidades!

Amorosa mostrou que tinha talento ainda novinha; com dez anos ela já queria “se aparecer”, e mostrar o que sabia fazer. Numa brincadeira de criança, ela fazia pequenas peças de teatro e se apresentava para os seus colegas e vizinhos. Nascia aí a ANTÔNIA AMOROSA SERGIPANA!

Inicialmente começou a sua carreira como locutora e redatora de um jornal, em Itabaiana, mas depois, o mundo percebeu o seu talento e a sua voz!

 Daí ela teve que deixar a sua cidade natal, sua zona de conforto, o colo de sua mãe, para viver grandes experiências, na capital sergipana. Depois disso, ela viajou para vários cantos, levando consigo a cultura, o seu talento, a sua voz e o amor por Itabaiana.

MULHER DE PODER:

Amorosa é uma mulher de poder porque nunca desistiu de seus sonhos, e superou as dificuldades no caminho, para realiza-los. Não foi fácil, nunca foi fácil, não é fácil, ainda mais numa sociedade que sempre inferiorizou as mulheres, em todas as áreas.

-A maior dificuldade da minha carreira foi vencer o assédio. Porque a maioria das pessoas que eu negociava eram homens. E a maioria me cantava. E eu tive que enfrentar isso com muita habilidade, muitas das vezes ter que assumir uma postura masculina, como mulher, para que eles me respeitassem. Falar duro, falar grosso, agir como se eu fosse um deles.

Se você é mulher, com certeza lembra de ter passado por algo parecido, não é mesmo? Ao ler isso, com certeza passou um filme em sua cabeça!

MULHER DE PODER NA PANDEMIA:

A pandemia não foi [e não está sendo] fácil para ninguém, nem mesmo para as mulheres de poder! Imagina, uma artista, ter que ficar em casa, quietinha, sem poder mostrar o que mais sabe fazer por aí?

Mas Amorosa soube administrar bem esse período, claro, que com o apoio daquele que nunca nos desampara: DEUS!

-Eu atravessei essa pandemia sustentada, protegida e guardada por Deus… Eu arregassei as mangas e fui trabalhar! Eu fui cuidar de colegas, criar projetos, gerar ideias, que trouxeram resultados, altamente positivos para os grupos que faço parte…

Ela fez mais de 180 “lives do amor”, levando a palavra de Deus e um pouco de conforto, num momento tão difícil, além de alegria também.

-O papel do artista não é só alegrar as pessoas, quando elas estão precisando pular, cantar, dançar, não! A missão do artista também é num momento como este cuidar do emocional das pessoas, e nesse sentido eu tenho consciência que fiz isso, com muito amor, muita fé e muita gratidão a Deus!

ORGULHO DE SER MULHER [DE PODER]:

Claro que uma mulher de poder veio de outra. E Amorosa sabe muito bem disso!

-A minha mãe é um espelho para mim! É uma mulher generosa, dedicada, que vive para a família. A única coisa que vi minha mãe fazer a vida inteira foi cuidar dos filhos, depois dos netos, até mesmo de quem não é da família. Então eu tive uma professora em casa! Eu tenho muito orgulho de onde eu vim!

Ela não se intitula uma mulher de poder [esse título somos nós que demos para ela, porque é assim que a vemos]! Segundo ela, o poder é de Deus.

-Eu sou filha de um Deus que é todo poderoso! O poder que as pessoas podem ver refletido em mim na verdade é a manifestação do poder de Deus, agraciando me e dando favor a mim!

A sociedade sergipana com certeza tem muito a aprender com essa grande mulher que nasceu na terra da cebola para brilhar no mundo! Parabéns pelo seu dia, HOJE E SEMPRE!