O Sergipe tem um novo “xerife” em sua defesa. Se trata do zagueiro Júlio Cesar, mais conhecido como Júlio Pit. Natural do Rio de Janeiro, o atleta de 1,86m faz jus ao apelido de pitbull. Após um início de temporada onde figurava no banco de reservas, o defensor assumiu a titularidade após o segundo surto de covid-19 no clube em 2021. Na ocasião, às vésperas do duelo diante do Cuiabá, pela Copa do Brasil, o Gipão perdeu nove jogadores infectados pela doença. Foi então que Júlio fez sua primeira partida como titular, e desde então não largou mais o posto.

Com passagens por clubes como ASA-AL, Duque de Caxias-RJ, Potiguar-RN e Moto Club-MA, o carioca agradou a todos de imediato. Imponente fisicamente, foi peça fundamental para a boa atuação do Sergipe diante do clube mato-grossense. Mesmo sendo um clube da Série A do Campeonato Brasileiro e o colorado estando com tantos desfalques, a segurança de Pit foi um dos principais fatores que deram solidez ao time comandado por Paulo Foiani no empate em 0 a 0 com o Cuiabá.

Ainda que eliminados, a sensação deixada foi positiva. Além da superação de jogar sem tantos titulares, o Sergipe ganhou novos ares para a temporada. Com um início irregular – dois empates, uma vitória e uma derrota -, o clube vinha sofrendo com duras críticas da torcida. Em entrevista para o Portal Itnet, o zagueiro disse que julgamento da torcida era justo, e que já sabia do tamanho da cobrança ao desembarcar em Aracaju para representar o Mais Querido.

“A gente sabe a cobrança que é jogar no Sergipe. É um clube gigante, o maior campeão do estado, tem uma torcida enorme e apaixonada. Eu vim pra cá ciente do tamanho da cobrança. Nosso grupo assimilou as críticas muito bem, que até certo ponto eram justas. A gente vinha oscilando em algumas partidas, muito até pela falta de entrosamento. Agora, estamos muito bem entrosados e evoluindo cada vez mais para ir em busca dos nossos objetivos”, analisou.

O zagueiro não apenas se tornou titular, como também assumiu a vaga de um importante nome do elenco alvirrubro. Hítalo Rogério, uma das principais peças na campanha do vice-campeonato de 2020, é o outro zagueiro canhoto do elenco e foi quem perdeu a vaga no time titular. Segundo Pit, a disputa por uma vaga no XI inicial é muito saudável. Na avaliação dele, o Sergipe só tem a ganhar com essa competição.

“A disputa aqui no nosso grupo é muito sadia. O Sergipe está muito bem servido de zagueiros, nós temos cinco atletas em alto nível. É uma disputa muito boa e isso é bom pro professor e pro grupo; o clube só tem a ganhar”, afirmou.

Após assumir a titularidade diante do Cuiabá, Pit voltou a campo no último sábado, 27, na vitória diante do Maruinense por 3 a 0. Ao lado de Alexandre Lazarini, que vinha fazendo dupla com Hítalo, o beque mais uma vez foi um dos responsáveis por manter a meta de Marcão intacta. Novamente elogiado pela torcida, o defensor disse estar muito feliz com o momento vivido.

“Fico feliz com meu momento. Graças a deus venho fazendo bons jogos, o que é fruto do meu trabalho sério e da minha dedicação constante”. Ele também aproveitou o momento para comentar sobre seu estilo de jogo. Por se tratar de um atleta muito imponente, a torcida do vermelhinho não só teceu elogios pelo desempenho, mas também pela postura do jogador.

“Ter esse reconhecimento é sempre gratificante. Eu implanto meu próprio estilo de jogo, aquele estilo aguerrido. Quando tiver que jogar feio, eu jogo feio; na hora que precisar sair de uma forma mais tranquila, eu também consigo executar. Espero poder permanecer jogando bem e continuar ajudando o Sergipe e meus companheiros”, disse Pit.

Por último, o zagueiro comentou sobre a expectativa para os próximos dois jogos do clube. Pelo Campeonato Sergipano, o colorado terá duas grandes missões pela frente: dois clássicos em sequência. O primeiro, neste sábado, 3, diante do Lagarto, na Arena Batistão. Também no Batistão, mas na quarta-feira, dia 14, o Gipão enfrenta o Confiança no primeiro Clássico Maior de 2021. Segundo Júlio, o são nesses jogos onde se faz um time campeão e o grupo está preparado para isso.

“São dois jogos com uma atmosfera diferente; A gente prega muito respeito aos adversários, mas a gente sabe que clássico é necessário se impor. São nesses jogos onde se faz o time campeão, são decisivos. Nós viemos pra cá principalmente para essas batalhas e o grupo está muito tranquilo. Apesar da pouca idade, é um grupo muito experiente. Estamos estudando e assimilando muito bem os adversários e tenho certeza que faremos dois ótimos jogos pra sair com o resultado positivo”, finalizou.

Assine a it TV Plus

Os jogos do Campeonato Sergipano 2021 são transmitidos pela it TV Plus. Enquanto a bola rolar, transmitiremos para você. Uma cobertura completa que permite você torcedor assistir de onde quer que esteja. Independente de ser pelo celular, tablet, computador ou pela Smart TV, o aplicativo e o site da it TV acompanharão você. O pacote custa apenas R$39,90 e, além Sergipão 2021, te concede mais de 80 canais! Não sabe como assinar? É só clicar aqui e seguir o passo a passo.

Fotos: Antônio Soares/CS Sergipe