Neste primeiro momento deverão receber a primeira dose 1.500 profissionais.

A vacinação dos profissionais de segurança, salvamento e forças armadas, que atuam na linha de frente combatendo o coronavírus em Sergipe iniciará nesta semana, de acordo com o Governo do Estado.

Ontem, 05, a Secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa participou de uma reunião virtual com os comandantes das forças, para alinhar as estratégias de vacinação deste público.

“O Ministério da Saúde enviou, nessa remessa, apenas 6% para iniciar a imunização desse grupo prioritário. Sergipe irá triplicar. Estamos ofertando 1.500 doses de vacinas contra a Covid-19, nesse momento, para atender maior número de profissionais. E entendendo que temos quantitativo reduzido, são os comandos que realmente conhecem a necessidade e quem está diretamente envolvido nas ações de enfrentamento, para ser contemplado nesse início. É preciso definir a prioridade da prioridade”, enfatizou a secretária.

Os comandos das forças policiais e de salvamento serão os responsáveis por identificar os profissionais de seu agrupamento que deverão receber a vacina.  

Os agentes devem apresentar ao seu município, um documento declaratório que comprove a sua atividade na linha de frente de enfrentamento ao coronavírus, para ser imunizado.

Conforme o plano do Ministério da Saúde, a vacinação ocorrerá nesta ordem:

Trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes;

-Trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar;

-Trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19;

-Trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

Os profissionais das forças de segurança que não se enquadrem em nenhuma das categorias acima serão vacinados conforme o andamento do Plano Nacional de Imunização (PNI).

A reunião contou com a participação dos seguintes representantes: Waneska Barbosa, secretária de Saúde de Aracaju; delegado Alex Raniery, superintendente da Policia Federal/SE; coronel Marco Aurélio Magalhães, comandante do 28BC; Flávio Vasconcelos, superintendente da Policia Rodoviária Federal/SE; Luís Fernando, secretário de Defesa Social e da Cidadania de Aracaju; coronel Marcony Cabral, comandante geral da Policia Militar/SE; Thiago Leandro, delegado geral da Policia Civil/SE; coronel Alexandre José Alves Silva, comandante do Corpo de Bombeiros/SE; coronel José Andrade, representante da Secretaria de Segurança Pública (SSP); oficial Verônica, representante da Aeronáutica/SE e o capitão de Fragata Guilherme Conti Padão, capitão dos Portos de Sergipe.