De acordo com a Polícia Civil, oito cães estavam presos num ambiente repleto de fezes apodrecidas.

Foto: SSP/SE

Um homem foi preso em flagrante na tarde da última quarta-feira, 07, no povoado Serra, na zona rural de Malhador, por manter oito cachorros encarcerados, sem comida e água.

De acordo com a Polícia Civil, os cães estavam presos num ambiente pequeno, repleto de fezes apodrecidas, em péssimas condições de vivência.

“Chegou a informação de que havia esses cachorros famintos e sedentos presos nesse cubículo, em um sítio no povoado Serra, sendo eles de responsabilidade de um homem, que passava uma vez por semana e jogava pela grade uma lavagem para eles se alimentarem”, disse a delegada Clarissa Lobo, responsável pelo caso.

Os policiais se comoveram com a cena e eles próprios levaram ração para os animais, que estavam bastante famintos.

“A cena era de cortar o coração de qualquer um, os animais estavam desesperados pelos potes de comida que colocamos”, revelou Emerson Carvalho, o agente de polícia que atendeu à diligência.

O homem responsável pelo local foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia Regional de Itabaiana, onde aguardará a análise judicial do procedimento lavrado.

“Infelizmente as pessoas ainda não compreendem que os animais são seres sensíveis, que sofrem fome, sede e angústia e aquela situação em que estavam esses cães era de uma crueldade absurda”, enfatizou a delegada.